Sábado, 25 de Fevereiro de 2006

Encontro II

Obeijo.jpg

Em outubro de 2004, o quadro de Klimt serviu para explicar a vontade de estender uma emoção, um encontro. Hoje, ele é apenas a representação de uma realidade distante, pois a minha história foi diferente daquela pintada na tela.

Gustav Klimt - O Beijo

publicado por Amandinha às 21:54

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2006

Encontro

Laurentaniversrio3.jpg

Meu coração pulou
Você chegou, me deixou assim
Com os pés fora do chão
Pensei: que bom

Parece, enfim, acordei
Pra renovar meu ser
Faltava mesmo chegar você
Assim, sem me avisar

Pra acelerar
Um coração que já bate pouco
De tanto procurar por outro
Anda cansado

Mas quando você está do lado
Fica louco de satisfação
Solidão nunca mais

Você caiu do céu
Um anjo lindo que apareceu
Com olhos de cristal
Me enfeitiçou

Eu nunca vi nada igual
De repente
Você surgiu na minha frente
Luz tão brilhante
Cometa em forma de gente
Invasor do planeta amor
Você me conquistou

Me olha, me toca
Me faz sentir
Que é hora, agora
Da gente ir


Tunai/sérgio Natureza - Frisson

publicado por Amandinha às 18:54

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2006

Blefe

naipes.png

Guarde suas cartas, eu não quero jogar.

Prefiro olhar para as janelas abertas

Repletas de verdade e conteúdo.

Diferentes do falso mundo

Que você teima em mostrar.

 

Descarte o seu rei de ouro

Pois ele não brilha mais.

É apenas mais um engano,

Parte do seu plano

Que você insiste em montar.

 

Pense na Dama de copas

Ignorada e maltratada.

Ela jamais voltará à sua mão

Pois não credito mais na emoção

Que você finge guardar.

 

Eu quero desfazer o seu jogo

Mostrar todo o meu bojo

Que você nunca quis enxergar.

 

Pegar a pilha de papeis escritos

Livrar todos os meus gritos

Que você fez questão de abafar.

 

Darei fim a essa partida

Pois eu quero uma vida

Que você não consegue levar.

publicado por Amandinha às 15:51

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2006

Sem Conselho

Um olhar, uma história.

Palavras escondidas na prisão dos sentidos.

Nada é satisfatório,

Seguro.

Tudo ao redor é suspeito.

 

A rua é o corredor.

Praças, sala de estar.

Muitos rostos,

Inúmeros irmãos...

Nenhuma família.

Do lado interior,

a penúria esconde os méritos do tempo,

da evolução.

 

Casa Grande,

Mundo pequeno,

de gente pequena.

De pequenos abandonados,

largados, humilhados.

 

O acaso conduz dias livres.

Daqueles que sonham com heróis

e ganham máscaras de bandidos.

Desse menino sozinho,

Calado,

Com olhos que brilham a dor

da água salgada,

da vida sem gosto.

De tantos cercados de muito

Coberto do nada.

publicado por Amandinha às 18:54

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2006

Eleições 2006

pt.jpg

Hoje eu ri quando li sobre a nova pesquisa Sensus. Embora saiba que muitas águas ainda vão rolar até as eleições, é interessante saber que o plano dos tucanos não está dando tão certo... 

 

Os dados obtidos foram:

Lula – 47,6%
Serra – 37,6%
Indecisos/Brancos e Nulos – 14,9%

Em novembro do ano passado:
Lula – 37,6%
Serra – 41,5%
Indecisos/Brancos e Nulos – 21,0%

Outro dado relevante é a avaliação pessoal  do desempenho de Lula como presidente da República:
                                               Nov/05             Fev/06

Aprova                                       46,7%               53,3%
Desaprova                                   44,2%               38,0%
Não sabe/Não respondeu                  9,1%                8,7%

A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais. Foram ouvidas 2.000 pessoas em 195 cidades, nos dias 6 a 9 de fevereiro.

A  pesquisa CNT-Sensus divulgada hoje confirma a melhora nos percentuais do presidente Lula. O petista está dez pontos percentuais à frente do tucano José Serra na eventual disputa de segundo turno entre ambos.
publicado por Amandinha às 08:53

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2006

Desejo

Acaraje.jpg

 

Hummm, hoje me deu uma vontade retada de comer um acarajé bem quentinho, da baiana da esquina de minha casa, em Salvador. Mas não se pode ter tudo, né?

E aqui em São Paulo não encontrei, ainda, um acarajé de verdade (sem maionese ou catchup... Ecati!!!)

Bom, aí vai a receita do verdadeiro acarajé baiano.

Ingredientes: 500 g de feijão fradinho; 500 g de cebola; sal, a gosto; 1 cebola pequena, com casca; óleo e azeite de dendê para fritar

Preparo: Bata os feijões num processador, por alguns segundos, o suficiente para quebrar os grãos. Coloque num recipiente e cubra com água; deixando de molho por 12 a 15 horas. Retire as cascas que se desprendem dos feijões e lave em água corrente. Retire o restante das cascas e o olhinho preto dos feijões, o máximo possível. Reserve. Descasque as cebolas e corte em pedaços. Reserve. Coloque o feijão e a cebola no processador e bata por cerca de 3 minutos, até obter uma massa lisa e uniforme. Retire e coloque numa panela grande e funda. Bata, bastante, a massa com uma colher de pau, para fermentar e dobrar o volume. Coloque o óleo e o dendê numa frigideira média; coloque dentro a cebola com casca e leve ao fogo alto para esquentar. Modele os acarajés com duas colheres, passando de uma colher para outra, até formar o bolinho. Frite por cerca de 3 minutos, de cada lado, até que os bolinhos fiquem dourados, com a cor do dendê. Coloque sobre papel manteiga ou outro papel absorver o excesso do óleo. Pode ser recheado com vatapá, camarão seco, salada de tomate, cebola e caruru. Pimenta, é opção para os que gostam de uma comidinha mais “quente”.

(Foto: Laurent)

publicado por Amandinha às 16:23

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2006

Rainha dos mares

IemanjaB.jpg

 

Iemanjá, proteja e encha de luz o caminho daqueles que eu amo! Odôia!

publicado por Amandinha às 21:50

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Em busca de um caminho

caminhaodegenteB.jpg

 

“... O Haiti é um país que carece de absolutamente tudo. Não temos sequer o direito de caminhar pelas ruas, pois não há energia elétrica. No entanto, embora a pobreza e as dificuldades sejam aparentes, somos um povo cheio de força e fé. Acreditamos e sonhamos com um Haiti soberano e feliz, sem pessoas morrendo de fome. Mas estamos cansados de discursos embusteados... Muito cansados...”.

Marie Contant, 37 anos, secretária da Embaixada brasileira em Porto-Príncipe, Haiti.

 

O país mais pobre da América se prepara para uma importante etapa da sua história. Com uma população de oito milhões de habitantes, o Haiti dará mais um passo em busca da democracia e do desenvolvimento. Marcadas, inicialmente, para novembro de 2005, e depois remarcadas várias vezes, as eleições presidenciais finalmente aconteceram ontem. O povo compareceu em massa!

No Haiti não existe luz elétrica, tratamento de esgoto nem saneamento básico. 70% da população está desempregada; 55% é analfabeta; 23% das crianças com até cinco anos sofrem de desnutrição crônica e 66% de anemia; doze mil crianças têm o vírus HIV (quatro mil nasceram com ele), e 462 mil são órfãs por causa da doença.

Embora o quadro pareça adverso, ainda existe uma imensa vontade de viver dos haitianos. Por isto, as eleições ganharam um caráter especial: a salvação. Segundo o presidente provisório, Alexander Bonifácio, “o Governo e as tropas da ONU têm feito todos os esforços para garantir a segurança e a legitimidade desse processo democrático”.

Seis pessoas morreram durante a votação e dezenas ficaram feridas.

 

 

 
publicado por Amandinha às 14:51

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2006

Minha raiz

vista_aereaSalvador2.jpg

 

Eu vim
Eu vim da Bahia cantar
Eu vim da Bahia contar
Tanta coisa bonita que tem
Na Bahia, que é meu lugar
Tem meu chão, tem meu céu, tem meu mar
A Bahia que vive pra dizer
Como é que se faz pra viver
Onde a gente não tem pra comer
Mas de fome não morre
Porque na Bahia tem mãe Iemanjá
De outro lado o Senhor do Bonfim
Que ajuda o baiano a viver
Pra cantar, pra sambar pra valer
Pra morrer de alegria
Na festa de rua, no samba de roda
Na noite de lua, no canto do mar
Eu vim da Bahia
Mas eu volto pra lá
Eu vim da Bahia

Gilberto Gil - Eu vim da Bahia

publicado por Amandinha às 10:28

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Verão urbano!

. Dica de filme

. Prendre le large

. L'amitié... A amizade

. Dois anos, deux ans

. Entendimento

. Viva a imprensa

. Sábio Guigui

. A Petrobras é nossa!!!

. Passarinho

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds